.o leão chinês.

Para os chineses, o novo ano começa em fevereiro (olha só, mesmo eles não tendo Carnaval, sabem que as coisas só andam a partir de fevereiro né? ;D) . Eu não sei quanto a vocês, mas o que mais me intriga na cultura oriental em geral são as tradições, os costumes e como eles são apegados a tudo isso. Bom, eu fui pesquisar um pouco sobre a cultura chinesa para entender aquilo que acho uma das mais belas apresentações culturais nas comemorações deles: A dança do leão chinês (que até agora há pouco eu pensava ser um dragão). É impressionante como cada cor, cada movimento, cada detalhe tem um significado dentro de um contexto folclórico quase mítico. Eu diria… Sagrado.

A história de como a “Dança do Leão” surgiu é bem interessante, porém, longa e detalhada.

Bora resumir.

 Basicamente, bem basicamente mesmo, a dança do Leão surgiu desde que a China é China desde que os chineses falam “chingling” (se é que eles falam isso).  Na cultura chinesa, a Dança do Leão simboliza coragem, força, energia, sabedoria, prosperidade e sorte. Ao contrário do tigre, que é considerado uma criatura feroz , o Leão é visto como calmo e brincalhão  , enquanto exibe virtudes como bondade e amabilidade.

Na execução da dança, o leão pode assumir “personalidades” diferentes dependendo do local de fabricação – Hokshan  e Futshan.

São inúmeras as lendas que dão vida à “Dança do Leão”. Dentre elas estão a “Teoria da Cooperação das Artes Marciais” e a “Teoria do Sonho do Imperador”

“Um Imperador teve um sonho muito estranho com um animal muito maravilhoso. Depois do sonho, o Imperador solicitou aos seus artistas que produzissem uma réplica da criatura e uma fantasia. Uma dança foi criada para reproduzir os movimentos da criatura, exatamente como o Imperador havia visto em seu sonho.”

Como cada estado tem seu time de futebol, cada região tem seu leão. Assim divididos, entram em cena os rivais Leão do Norte e Leão do Sul. As diferenças não são apenas regionais. O Leão do Norte parece um gigante, cachorro felpudo brincalhão, sendo principalmente usado em apresentações circenses. Já o Leão do Sul é uma criatura muito estranha que se assemelha a um cruzamento entre um leão, um unicórnio e um dragão. É principalmente usado em celebrações de rua, mas mais recentemente em competições mundiais.

Quando os leões de academias de artes marciais diferentes se encontram, devem cumprir uma série de medidas para que não ocorram brigas, como por exemplo:  Não fazer movimentos bruscos, não erguer a cabeça, manter a boca do leão fechada, dentre uma série de outros procedimentos.

A “Dança do Leão” é muito confundida (principalmente por nós ocidentais) com a “Dança do Dragão”. O Dragão, para os chineses é um símbolo de força. Os movimentos sinuosos representam o poder e a dignidade. É muito comum Na cultura chinesa, o dragão rivaliza com o tigre, sendo muito comum em diversas ilustrações e histórias a vitória do primeiro sobre o segundo.

 

No fim de tudo, tanto a “Dança do Leão” quanto a “Dança do Dragão” despontam como o retrato vivo e fiel de um folclore pulsante, onde os mitos e símbolos não estão só na mente, mas também e principalmente, nos corações.

Bem legal, não acharam?

Anúncios

2 comentários sobre “.o leão chinês.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s