.de você não vale nada mas eu gosto de você à bossa nova.

tn_311_600_miucha

Um dos maiores problemas das novelas são as músicas que elas acabam popularizando. Durante a exibição de “Caminho das Índias”, por exemplo, abriu-se a porta do inferno para a popularização do hit “Você não vale nada mas eu gosto de você”…Era toque de celular (principalmente toque de celular) e dia e noite tocando essa maldita música!!

Vindo de  Campinas para cá, pude notar uma coluna de uma tal de Xênia (sim, Xênia!) na Conta Mais ou Tititi ou seja lá o que for aquele bolo de futilidade encadernado que uma senhora que havia sentando no meu lugar lia…hahaha…Enfim…O que chamou a atenção foi o comentário que ela fazia a respeito da trilha sonora da novela de Manoel Carlos, “Viver a Vida”. Nas palavras da Xênia: “É muita bossa nova pra mim”.

A Bossa Nova é um ritmo fascinante e genuinamente brasileiro.  Encubada no Rio de Janeiro e tendo como grande intérprete Tom Jobim, a bossa ganhou seu lugar no mundo, mas aparentemente não tanto no coração dos próprios brasileiros. 

O comentário da Xênia, que depois se desdobrava para “faltam hits eletrônicos”, “músicas internacionais” só reflete a falta de patriotismo e de conhecimento e valorização daquilo que é nosso. As recém conquistadas Olimpíadas do Rio em 2016 devem servir como um incentivo ao carioca, ao brasileiro para que passe a conhecer e apreciar mais os ritmos nacionais. Por incrível que possa parecer, existem versos mais poéticos na bossa do que o “você não vale nada, mas eu gosto de você”. Por incrível que pareça.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s